Músicas

Trailer

sábado, 30 de julho de 2016

Georgia Le Carre - The Russian Don #1 e #2



Sinopse

Livro 1 - YOU DON'T OWN ME

Dahlia
Sabia que devia ter ouvido minha voz interior. Nunca deveria ter dito sim para ajudar minha amiga, mas eu disse, e o russo com olhos perigosos me surpreendeu pela facilidade com que despertou desejos absurdos em meu corpo e me fez perder totalmente o controle. Fiz a única coisa que podia. Fui embora (quer dizer, fugi) ao ouvir sua ameaça “Você voltará quando precisar da minha ajuda.” Mas não fui capaz de fugir em meus sonhos. Deus sabe que tentei. Então acontece algo impensável. Minha irmã desaparece em uma viagem e o implacável predador é o único que pode ajudar. Um homem bonito, poderoso, com olhos frios o suficiente para congelar meu sangue. Ele diz que pode ajudar, mas nada é de graça... 

Zane 

Ela fugiu como um bichinho assustado, mas sempre soube que voltaria. Agora acha que simplesmente pode entrar aqui e fingir que nada aconteceu. Não aceitarei essa merda. Ambos sabemos por que ela está aqui e o que realmente quer de mim. Ela não me esqueceu. Ela quer satisfazer os desejos do seu corpo que a atormentam desde que a fiz gozar em meus dedos. Toda vez que fecha os olhos, ela pensa no que poderia fazer com ela. Mas não sou um homem de favores. Sou um oportunista. Sempre existe um preço para a minha ajuda.

Livro 2 - YOU DON'T OWN ME

A conclusão da história de Zane e Dhalia
O sexy russo, Zane roubou meu coração, mas manteve o seu intacto.
Eu nunca soube que um homem como ele existia, e muito menos que eu iria tornar-me parte de sua vida. Um homem que pode fazer o coração de uma garota bater como um maldito tambor apenas por sua presença. Ele é a razão da loucura que a minha vida se tornou.
Quanto mais estamos juntos mais o meu coração e alma gritam por ele.
Olga diz que eu sou a pessoa certa para ele se eu puder aprender a voar. Agora eu acordo todos os dias com apenas um pensamento.
Voe Dahlia, voe...
Dahlia Fury era o brinquedo perfeito. Bonita, audaciosa e sexy.
Pensei que eu pudesse mergulhar em sua carne. Eu não esperava que o gosto de seu doce néctar fosse se tornar uma droga em minhas veias.
Agora eu estou lutando arduamente para manter o controle.
Ela não tem ideia de que não há nada mais que eu queira do que estar com ela. Ela carrega uma lâmpada em minha escuridão e me faz sentir vivo de maneiras que eu nunca senti.
Eu posso deixar a vida do crime e ser qualquer coisa que eu queira ser, ela me diz. Talvez ela esteja certa. Talvez tudo o que eu preciso é uma razão.
Talvez a razão seja ela...

Nenhum comentário:

Postar um comentário